Imagem capa - O Barato sai caro?  por KA Estudio
Rumo ao Altar

O Barato sai caro?

Esse é um ditado popular que cada dia que passa tenho certeza que faz todo sentido. Sabemos que economizar é bom, temos aquela sensação de felicidade, mas é preciso ter muito cuidado para essa felicidade não ser somente momentânea. Então, será que toda economia vale a pena? Nem sempre. Economizar sem critério pode te fazer perder mais dinheiro. O imediatismo faz com que as pessoas normalmente só avaliem o impacto de uma compra dentro de 30 dias. Olham se a parcela cabe no bolso, se está mais barato, mas se esquecem de avaliar se está pagando caro por algo sem qualidade. 


Um produto é algo fácil de comparar porque basta você ter toda a especificação do produto e pesquisar na própria internet, nem precisa sair de casa! Agora já comparou o valor do serviço x para o Y? É difícil de quantificar e qualificar por uma simples pesquisa na internet. 


Eu não quero falar quanto vale o trabalho de um profissional, porque isso somente ele pode fazer e te explicar. Eu sou formada em Administração de empresas e sei exatamente quais são meus custos fixos, variáveis e despesas e qual é minha margem de lucro, mas também não é isso que quero falar aqui. A Finalidade desse texto é enfatizar que o barato sai caro sim! Então prestem atenção nos tópicos a seguir na hora de contratar um serviço para o seu casamento. 


1 - Pesquise e Desconfie


Pesquise e desconfie se o serviço estiver com o valor muito inferior ao que o mercado oferece, Existem serviços que são muito custosos, levam tempo para se planejar e realizar, então não espere milagres. 


2 - Internet


Se achar um fornecedor pela internet procure saber se tem indicações sobre ele, entre no seu site, Facebook, Instagram. Veja os comentários. Procure no Reclame Aqui, ou seja namore a empresa antes de fechar o serviço. 


3 -  Peça indicações


Todo mundo tem uma ou duas amigas que já casaram peça indicação dos fornecedores dela, da amiga dela, a indicação nesse ramo ainda é a melhor coisa. 


4  - Contrate Profissionais 


Muito cuidado com aquela tia que acha que é fotógrafa ou prima que acha que é maquiadora, mas não é profissional e diz que vai te dar de presente, aliás cuidado com presentes em serviço, prefira sempre o presente monetário pois dessa forma você vai escolher o profissional que mais te agrada. Uma outra dica com relação a "profissionais" da família, é dizer que no seu casamento, você quer que a família se divirta junto com você, assim você não magoa ninguém e ainda faz a pessoa se sentir importante! 


5 - Converse Pessoalmente com o Profissional


É importante conhecer as pessoas que farão parte do planejamento e execução do primeiro dia mais importante da sua vida em casal. Conversar com os profissionais é importante para você saber se ele  passa sinceridade e confiança e principalmente se você se identifica com o profissional que estará junto com você antes e durante o casamento e no caso do fotografo após o casamento também!  


6 - Faça uma avaliação dos trabalhos do mesmo.


Peça ele amostra do seu trabalho: caso vá contratar uma doceira por exemplo, o que acha de provar os doces? Ou uma decoradora?veja os materiais usados. O fotografo peça para ver álbuns os videos, quadros e etc.. 

Não tenha vergonha de perguntar, fazer provas ou testes, afinal é a sua festa que esta em jogo, e mais do que isso, o seu dinheiro, e não importa se é pouco ou muito, ele é seu e deve ser bem aplicado.


A imagem abaixo é chocante! sim! Infelizmente tem muita noiva que se depara nessa situação no dia do casamento ou depois. Então fique atenta! 




Essas são pequenas dicas, espero que te ajude!

Em breve postaremos dicas de como escolher o seu fotografo ideal! 

Um grande abraço,

Com amor

Katia Chempe e André Silva